Ricardo Nunes acrescenta também que a participação de sindicatos, associações e de seus respectivos líderes auxiliam numa gestão pública eficiente em prol da economia

Nesta terça-feira (14/08) durante almoço na sede do Sindicato das Empresas de Transporte de Carga de São Paulo (SETCESP) o vereador Ricardo Nunes (MDB) foi reconhecido e homenageado pelo sindicato. A homenagem decorre da ajuda no Decreto nº 58.109 de março desse ano para a diminuição de taxas cobradas em cargas de produtos perigosos.

O SETCESP, em conjunto com o vereador Ricardo Nunes e a Associação Brasileira de Transporte e Logística de Produtos Perigosos (ABTLP), conseguiram a redução de mais de 70% no custo para obtenção do Plano de Atendimento a Emergência (PAE). O que impactou no menor custo do transporte de produtos perigosos na cidade de São Paulo.

O valor para análise e liberação do PAE era de R$621,00 por produto relacionado. E, agora, a empresa paga R$395,00 para a aprovação do PAE e mais R$130,00 para cada número transportado acrescentado. “Beneficiando o transporte rodoviário de cargas a gente beneficia o desenvolvimento econômico da cidade, logo as pessoas”, expôs Tayguara Helou, presidente do SETCESP.

O vereador Ricardo Nunes explicou como ajudou nessa redução. “O SETCESP me procurou a respeito das taxas abusivas que estavam sendo cobradas. Era uma tarefa difícil, mas juntos fomos atrás. Não é apenas mérito meu, fui só a ponte para ajudar nessa redução.”

“Foi através de um trabalho das mãos do vereador Ricardo Nunes que conseguimos uma redução efetiva reduzindo os custos no transporte de produtos perigosos na cidade de São Paulo”, Tayguara Helou.

Ricardo Nunes acrescenta também que a participação de sindicatos, associações e de seus respectivos líderes auxiliam numa gestão pública eficiente em prol da economia. “É muito importante a participação dos sindicatos e o papel de seus líderes na busca de melhorias de seus associados. O Tayguara foi atrás e é um exemplo de que dá pra mudar”.

SETCESP

Fundado em 136, é o segundo sindicato de transportes mais antigo do país. Ele é fruto da união de empresários do Transporte Rodoviário de Cargas atuantes na rota entre São Paulo e Santos, que necessitavam de uma entidade que fosse intérprete central da luta pelos direitos do segmento.

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>