Valor é referente a impostos devidos entre os meses de fevereiro e setembro de 2017 pela empresa controlada pelos grupos Ultra e Itaú e que mantinha CNPJ em Barueri, mas sua operação se dá na capital paulista

 

Os trabalhos da CPI da Evasão Fiscal da Câmara Municipal de São Paulo apuraram que a empresa de meio de pagamentos eletrônico ConectCar deve ao Tesouro Municipal um montante estimado de R$ 772.748,73 referentes a impostos devidos entre os meses de fevereiro e setembro de 2017. Ainda não foram apuradas as informações do período a partir de outubro de 2017 até o presente momento.

A empresa transferiu sua operação para São Paulo mantendo CNPJ em Barueri para pagar menos Imposto Sobre Serviços (ISS), pois o município da Região Metropolitana de São Paulo possui alíquota menor do que a capital.

Na reunião da CPI realizada nesta terça-feira (20/10), a ConectCar, por meio de seus advogados e de seu coordenador jurídico, apresentou uma denúncia espontânea admitindo a dívida, mas como já estava sob Operação Fiscal não houve a possibilidade de acordo. Caso isso fosse possível, o valor pago ficaria na casa de R$ 98 mil reais.

Agora, a CPI trabalha no cruzamento de dados da Receita Federal com informações da Secretaria Municipal de Finanças para continuar apurando a partir de outubro de 2017. O presidente da Comissão, vereador Ricardo Nunes (MDB), acredita que os cofres públicos terão mais valores a serem ressarcidos, pois a empresa manteve dois CNPJs por cerca de três anos.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>